Como saber se o seu website está pronto para estratégias inbound?

Novembro 04, 2016

Implementação HubSpot Inbound Soul

Seu Website deveria ser seu melhor vendedor.

Esse é um grande desejo de muitas empresas, e perfeitamente possível de se tornar realidade. Afinal, seu site deveria performar 24 horas por dia, conduzindo visitantes através do funil de marketing e vendas.

Com as ferramentas e estratégias certas, seu site pode se tornar uma máquina de geração de leads e oportunidades. Essa possibilidade lhe parece interessante?

Websites efetivos NÃO são mais como um cartão de visitas online, estáticos, ineficientes e que não trazem resultado algum para o faturamento.

Atualmente, uma das soluções que vêm sendo adotadas pelas empresas é a criação de sites de alta performance. Um exemplo é a plataforma HubSpot, um COS (content optimization system) que integra o website à todas as ações de marketing e vendas possibilitando melhores soluções de Inbound marketing.


Inbound e HubSpot Websites

Toda estratégia digital de resultado começa pelo website, portanto é essencial que o seu tenha a mensagem certa, para as pessoas certas, compreendendo os diferentes estágios de compra e, mais importante, as ferramentas para convertê-los em leads.

Estratégias de inbound marketing são feitas para escalar e replicar táticas efetivas, e nada melhor do que integrar todas as ações ocorridas em seu website dentro da plataforma "all-in-one" HubSpot.

Em média, empresas que utilizam inbound e websites HubSpot têm de 10-20% mais tráfego do que outras plataformas CMS. (HubSpot)


Como pensar em websites de alta performance?

Para começar, as 3 perguntas abaixo podem lhe ajudar a saber se o seu site está pronto para estratégias inbound. Responda com sinceridade, coloque-se no lugar de seu prospect ideal.

1 - Seus visitantes sabem exatamente o que você faz e como pode ajudá-lo em seus desafios?

Atualmente, temos 10 segundos para despertar o interesse de nossos visitantes. Isso significa que em 10 segundos, precisam entender o que você faz e como você faz.

Abra sua homepage, olhe-a por 10 segundos, pare e se pergunte: Ficou claro para meu prospect o que minha empresa faz, como faz e porque ele deveria continuar olhando o site?

Se a resposta for “não”, você precisa rever a sua mensagem inicial. Devem ser evidentes a sua atividade, os diferenciais sobre a concorrência, e como poderá ajudar nos maiores desafios dos potenciais clientes - e atuais clientes também.

Se a resposta for “sim”, parabéns! Você deve então confirmar esses dados analisando as taxas de rejeição, porcentagem de conversão de clientes em leads através das ofertas e cliques nos lugares certos da sua homepage. Você tem acesso a todos esses dados, certo? Somente com esses insights podemos otimizar sua performance, com base no comportamento dos leads.

2 - Existe uma conexão emocional com seus visitantes?

Pessoas tomam decisões de compra emocionalmente, e então racionalizam essas decisões durante o restante do ciclo de vendas. Pense em si mesmo quando vai comprar alguma coisa. Você anda por aquela loja de móveis e sua primeira reação é “adorei essa mesa”, e depois pensa racionalmente. Quanto custa? Será que cabe na minha sala? Quanto demora o frete? Faz sentido?

Mas, isso funciona no cenário B2B? Sim, é a mesma coisa! Você visita um site de uma empresa e sua primeira impressão é “gostei do que eles disseram”, ou “sinto que eu poderia trabalhar com essa empresa”. Essa é uma decisão emocional, pois é tomada sem que você tenha maiores informações. Essa reação é inerente a todos, não podemos evitar.

Sabendo disso, você pode aproveitar essa característica para criar sua mensagem. Esse exercício criativo deve ser feito por quem tem expertise em desenvolver comunicação com viés emocional. Não é uma tarefa fácil, mas é o que leva o seu “pitch” a níveis mais profundos de identificação e empatia.

3 - Seu website conta uma história, e eleva os prospects ao papel de personagens principais?

Como estamos tratando de pessoas e seu funcionamento, vamos falar sobre histórias. Um grande erro da maioria dos sites das empresas é querer listar todos as características de seus produtos e os benefícios de se trabalhar com eles.

Isso simplesmente não funciona. Pessoas geralmente são terríveis para guardar detalhes e especificações, e não terão interesse em compartilhar isso com outros.

Se conseguir produzir uma série de histórias, histórias de desafios, superações e sucessos, não só seus prospects irão se lembrar, como irão compartilhar entre seus pares. Esse resultado é fruto de uma estratégia sólida de comunicação e marketing.

Outro segredo é elevar o visitante como o “herói” da sua história, ao invés da sua empresa. Esse é outro erro comum, pois é bem fácil colocar a empresa como a grande salvadora da pátria.

Se quiser mais leads, deve se esforçar para criar histórias centradas no prospect. Eis um exemplo:

“Se o seu marketing não está funcionando como antes, a culpa não é sua. Pessoas estão modificando seu comportamento de compra, e um estudo recente da Harvard Business Review apontou que 90% dos executivos não respondem a técnicas “frias” de marketing (telemarketing, envio de emails em massa, envio de portfólios, cold-calling, etc). Mas, não se preocupe, inbound provê as ferramentas para atrair a atenção de seus potenciais clientes, convertê-los em leads, e nutrí-los até que se tornem clientes. Essa máquina de geração de leads e oportunidades pode fazer a diferença para exceder suas metas de negócio. Clique aqui para saber mais.”

Essa pequena história tem um princípio, meio e fim. Ela ressalta as dificuldades do prospect e fornece um plano claro de ação, caso o leitor tenha interesse em saber mais.

Dica - Se após avaliar seu site através destas 3 perguntas, achar que precisa melhorar algum ponto, é hora de partir para um plano de ação. Otimização para mecanismos de busca (SEO), conversão e conteúdo são os pontos principais a serem observados na estrutura do site. Só depois disso é que devemos incluir o conteúdo com nossas histórias relevantes, de acordo com a jornada de compra dos usuários. É dessa forma que inbound produz resultados replicáveis, escaláveis e de sucesso.

New call-to-action

Bruno Amico
Bruno Amico

Aficionado por tecnologia e inovação digital, atua como "Chief Simplificator Officer", tornando inteligíveis para gestores as complexidades digitais. Desenvolve projetos de implementação, integrações e treinamentos na plataforma HubSpot.